PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

AÇAILÂNIDA: Idosa de 60 anos morre após espera de dois meses por cirurgia

Não é de agora que problemas graves na saúde pública em Açailândia vêm acontecendo, problemas esses que parecem só aumentar à medida que os anos passam e as administrações mudam, o que deixa claro a falta de respeito dos gestores municipais para com o povo açailandense.

Na gestão atual esses problemas tem sido uma constante, nós quanto meio de comunicação (blog) recebemos denúncias quase que diariamente por populares que denunciam as mazelas na saúde no município, pessoas que se sentem prejudicadas pelos serviços públicos oferecidos no Sistema Único de Saúde em Açailândia.

Caso Valda do Amaral

Em 02 de novembro de 2018, uma senhora de 60 anos de idade Valda Silva do Amaral, deu entrada no Hospital Municipal de Açailândia para realização de uma cirurgia para colocação de uma prótese no ‘quadril’, o que requeria cuidados em especiais, já que se tratava de uma pessoa idosa e com quadro de saúde delicado, havia a necessidade de um leito de UTI disponível para ela no município de Imperatriz, já que o que o município de Açailândia não dispunha de tal vantagem.

A mesma desde que deu entrada no hospital em Açailândia, a espera de uma ‘vaga’ na UTI em Imperatriz o estado de saúde de Valda foi se agravando cada vez mais, quando que em 25 de dezembro uma ação judicial atitude tomada pelo advogado Dr. Silvio Vieira, a Justiça obrigou o município a encaminhar a paciente para outro município para que o processo cirúrgico acontecesse, com isso a mesma foi encaminhada no dia 26 de dezembro para São Luís, para realizar a tão esperada cirurgia, vale ressaltar que ela já havia esperado 58 dias aqui em Açailândia, ao ser encaminhada para São Luís a cirurgia aconteceu.

Como o estado da senhora Valda era muito grave, a mesma mesmo depois de ter sido realizada a cirurgia não resistiu e veio a óbito no dia de ontem 04. Segundo informações apuradas, a principal causa foi a demora na realização da cirurgia.

Publicidade

Diante de tal situação, mostra o quanto nós estamos péssimos representados, enquanto o Sr. Prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira e Silva se promove durante entrevistas dizendo que seu governo É NOTA 10, falando mentiras que nem ele mesmo acredita, mas quer que a população acredite, pessoas estão morrendo a espera de um leito de UTI, leitos esses que ele dizia quando candidato a prefeito em 2016 que o município já tinha, mentira que ele contava na intenção de enganar a população e conseguir votos para sua reeleição.

Juscelino disse em entrevistas recentemente a uma emissora de rádio da cidade, que há sim muitos avanços, que se fosse para falar dos AVANÇOS NA SAÚDE NA SUA GESTÃO, havia necessidade de muito mais do que duas horas de programa. O que é uma verdadeira afronta e falta de respeito para com a comunidade.

Aliás, mentiras tem sido uma constante na atual gestão, feito com total desrespeito para com a população deste município que ao que parece não tem sorte em ter bons gestores.
A pergunta que fica é, quantas pessoas vão ter que morrer até que providencias sejam tomadas. Agora foi a dona Valda, qual será o nome da próxima vítima?  
    
Por Carlos Cristiano

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE