PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Profissionais da educação poderão entrar em greve a partir da próxima semana, em Açailândia

 
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Açailândia - SINTRASEMA, uma possível paralisação dos servidores da educação no município não está descartada já no inicio do próximo mês.  

Segundo e entidade, a Secretária Municipal de Educação, pretende aumentar a carga horária de cada aula para 60 minutos, o tempo atual é de 50, segundo o presidente do SINTRASEMA, Antonio Melo, com esse aumento muitas disciplinas serão prejudicadas, outra alegação do presidente, é que o terço de férias da classe não está sendo cumprido dentro do prazo.

O sindicato está com uma assembleia marcada para a próxima sexta-feira, 01 de dezembro, com os profissionais da educação para discutir estas e outras pautas, como Número de alunos nas de aulas; Hora-atividade; Eleições de Diretores para Unidades Escolares (meta 19 "2017"); Auxilio Transporte; Horas-Extras da Educação; Reajuste Salarial para o Exercício 2019 e outros.


Publicidade

A assembleia será decisiva para os próximos passos sobre a possível greve dos profissionais  da educação municipal. 

Sobre o reajuste salarial reivindicado pelos profissionais esse é de 7% no exercício 2019. Vale lembrar que as aulas da rede publica municipal de ensino estão previstas para iniciar no próximo dia 04 de fevereiro.  






Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE