PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Motorista avança contra bloco, atropela multidão e mata mulher no carnaval de Santa Inês, no Maranhão

Elissandra Andrade Souza da Silva morreu ao ser atropelada por um motorista que avançou contra um bloco de carnaval em Santa Inês — Foto: Divulgação/Polícia CivilElissandra Andrade Souza da Silva, de 38 anos, era casada, mãe de três crianças e brincava o carnaval com um grupo de parentes e amigos.

Na noite deste domingo (3), um motorista identificado como Valderlanio Vieira da Silva atropelou oito pessoas ao avançar uma caminhonete contra uma multidão em um bloco de carnaval em Santa Inês, a 177 km de São Luís. O caso aconteceu na Avenida Castelo Branco, no centro da cidade, durante a passagem do bloco ‘Arrastão’.

Segundo a polícia, Valderlanio conseguiu fugir após o ocorrido. Elissandra Andrade Souza da Silva, de 38 anos, morreu após o atropelamento. Ela era casada, mãe de três crianças e estava brincando o carnaval com um grupo de parentes e amigos.

Além de Elissandra, uma mulher identificada como Delma Monteira, de 28 anos, teve fratura nas duas pernas, perfuração na bexiga e foi internada na UTI do Hospital Macrorregional. Outras vítimas tiveram ferimentos leves e foram atendidas no Hospital Municipal de Santa Inês.

"Durante a passagem do bloco, as pessoas estavam seguindo o carro da frente. O autor [do atropelamento] estava em uma caminhonete preta atrás do bloco e revezando a direção com o proprietário do carro. Em determinado momento, o motorista embriagado perdeu o controle do carro e colidiu com oito pessoas, aproximadamente. Após o acidente, muita frente partiu pra cima do carro para agredir ele. Ele [autor do atropelamento] fugiu e o proprietário do carro assumiu a direção para tirar o veículo do local para evitar que fosse danificado. O proprietário foi preso e teve o teste do bafômetro como positivo. Então eu fiz o flagrante dele como embriaguez ao volante, informou o delegado Diego Celta.

G1/MA

Publicidade


Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE