PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Prefeito Juscelino é alvo de investigação por suspeita de esquema de corrupção

Semana passada foi bastante foi agitada no Ministério Publico de Açailândia. A promotoria de Justiça da comarca vem investigando por dias, um caso de lavagem de dinheiro, entre uma empresa de construção civil e a prefeitura de Açailândia, especificamente da obra de ampliação e reforma do Hospital Municipal.
De acordo com os primeiros levantamentos são mais de 100 pessoas envolvidas que teriam recebido dinheiro em suas contas bancárias desde o inicio da obra. As investigações já estão na fase final, e a promotora Dra. Glauce Malheiros, deve ouvir no total umas 100 pessoas que poderão estar envolvidas direta ou indiretamente no possível esquema.
Os principais alvos dessa operação que conta com o apoio do GAECO são alguns secretários da Prefeitura, o dono da empresa CAPINORTE, e o próprio prefeito Juscelino Oliveira do PCdoB. As outras pessoas que estão sendo ouvidas desde da semana passada, também tem ligação direta ou indiretamente com a administração municipal e com o próprio gestor da cidade.
Algumas pessoas apontam que o escândalo pode ser ainda maior. Segundo fontes, gente de confiança do prefeito, já teve seu sigilo bancário quebrado pelo pela justiça, e que no final da operação dependendo da gravidade, algumas prisões poderão serem expedidas.
Vale lembrar que uma enxurrada denúncias permeiam a Prefeitura de Açailândia e a gestão de Juscelino, dentre elas:
A empresa Vale denuncia esquema de corrupção em Açailândia.
Obra parceria público-privado do hospital municipal de Açailândia, rede cegonha. Segundo informações mais de R$6 milhões desviados.
A Vale entregou ao MP um dossiê. Mais de 120 pessoas envolvidas. Estão sendo concluídas as oitivas dos envolvidos para o fechamento do inquérito.
O prefeito Juscelino é acusado de chefiar o esquema de corrupção e lavagem de dinheiro.

Do Blog do Diego Emir

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE