PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Comissão de moradores do Piquiá de baixo se reúne com prefeito Aluisio Silva e vereadores de Açailândia

Na manhã da última quarta-feira os vereadores da Câmara Municipal de Açailândia participaram de uma reunião no gabinete da prefeitura onde o prefeito Aluísio Silva Sousa recebeu uma comissão representante do Pequiá de baixo para tratar sobre a situação da comunidade quanto ao processo de reassentamento. A obra está parada por falta de recursos, e a proposta da comissão apresentada ao prefeito, foi a possibilidade de destinar parte dos royalties da mineração para a continuidade da obra . Royalties são os recursos transferidos pela empresa Vale aos municípios do Consórcio Intermunicipal Multimodal (CIM), que envolve 24 municípios cortados pela Estrada de Ferro do Carajás que foram contemplados com os royalties pelo escoamento da produção de minério de ferro. A recomendação é de que essa compensação seja utilizada pelos gestores municipais em infraestrutura, reforma e construção de escolas e unidades básicas de saúde. 

Conhecedor da necessidade dos moradores do Piquiá de baixo, o prefeito Aluísio se mostrou sensibilizado com a situação e autorizou sua equipe técnica e jurídica a fazer um estudo de viabilidade no direcionamento para que o pedido seja atendido e o problema resolvido.


"Eu sei do sofrimento desses moradores que há anos lutam por essa causa. Não mediremos esforços para garantir o apoio solicitado. Se não houver empecilho quanto ao uso do recurso, que tem suas regras para ser aplicado, pode ter certeza que iremos ajudar. O Pequiá de baixo pode contar conosco." Disse o prefeito Aluísio.

Os vereadores presentes também interferiram quanto a urgência na solução do problema que impede a comunidade de prosseguir com o sonho do reassentamento. O presidente Ceará foi enfático ao defender os moradores.


"Durante anos acompanhamos o sofrimento dessas famílias. Já esperaram demais para terem um lugar digno para morar. Contem com o apoio do Poder Legislativo. Concluiu Ceará.
A vice presidente da associação dos moradores do Piquiá de baixo, Carmem Suane, saiu satisfeita da reunião.


"Estamos felizes pelo atendimento que recebemos, e agora mais confiantes quanto a retomada da obra o mais breve possível. Finalizou Carmen Suane.






ASCOM

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE