PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

“Meu desejo é somar para poder lutar por uma cidade melhor, pensando em um SÃO FRANCISCO DO BREJÃO para todos” diz Ronei Alencar

Com o objetivo central de construir uma sociedade livre, justa e solidária foi fundado o PSL (Partido Social Liberal ) em São Francisco do Brejão tem como presidente o empresario Ronei  Alencar, que vem recebendo em sua casa várias lideranças políticas do município, com intuito de informar à comunidade e as lideranças suas pretensões políticas e idéias partidárias.

Sobre o PSL, Ronei informa que “este Partido é recente em Brejão, criamos tudo dentro do prazo da lei e sou pré-candidato a prefeito de São Francisco do Brejão, muitos me perguntam em qual grupo político ou lado eu estou, mas eu não gosto de pensar em um pequeno grupo, em divisões, é claro que para ser candidato você precisa de apoio de pessoas e de segmentos da sociedade, prefiro  pensar no município não em grupos mas sim como um todo, no geral, sem fazer distinção, nem de credo, nem de posição social.

Nunca fiz distinção de ninguém na minha vida, procuro ser amigo de todos."Minha história de vida também me leva a ser assim. Meu grupo é o Brejão”, ressaltou Ronei.


Em conversa com o  pré - candidato o  mesmo nos deu destaque ao histórico interessante que sua família possui nos trabalhos, e nas ajudas que sempre fazem para ajudar de uma forma ou de outra o nosso povo, sem  interesses particulares mais trabalhando unidos, na fé e com amor. Com o objetivo de ajudar o próximo, buscar o resgate da dignidade humana e valorização da vida. 

A comunidade nos observa e vê o trabalho sério e honesto que fazemos e colabora com fervor e alegria em todas as nossas atividades, isso também é muito importante. Não vamos desistir do Brejão vamos crescer  juntos pois sou consciente que todos que estão conosco estão por amor a essa Cidade. Não citarei nomes para não correr a injustiça de esquecer algum, mas lembro de todos com muito carinho e gratidão.”

Sobre a questão política a gente sabe que podemos fazer muito por nosso povo e nossa cidade pois ao longo dos anos eu aprendi  a amar essa terra. 

Aqui  em Brejão vivemos em  comunidade, praticamente todos se conhecem e frequentam os mesmo lugares, se não há anuência dos pensamentos deve haver no mínimo o respeito mútuo. Não vejo o fazer política como um tempo de disputa mas sim o período de discutir idéias e propostas para o bem comum”, frisou Ronei Alencar .

Questionado sobre a sua forma de enxergar a cidade, Ronei destaca: “vejo a cidade de uma maneira mais ampla, não só na função urbana, mas também na função humana da cidade, pensar no município como um todo, saber que cada integrante que a compõe - seja uma dona de casa, uma criança ou aposentado, um trabalhador volante ou empresário – todos são corresponsáveis pelo seu crescimento, e devem ser tratados com respeito igualitário. E todas as ações, principalmente as públicas devem ser bem gerenciadas, eficientes e necessárias, promovendo o desenvolvimento integrado e sustentável. O que não pode ter é poucos recebendo muito e muitos não recebendo nada”.

VONTADE POLÍTICA

Sobre sua vontade política e o desejo de fazer o melhor para a cidade, Ronei  foi bem direto e objetivo, “Não vou negar que no meu mais íntimo sempre houve esse desejo, mas procurava deixá-lo guardado na busca de preservar minha individualidade. Mas o que é o indivíduo sem fazer parte do coletivo? Não é nada. Então quando você percebe que as coisas não estão indo bem no local em que vive, ama e conhece e mais, que pode colaborar para a sua melhoria, surge uma força que te impulsiona a sair da zona de conforto. Não estou dizendo que sou o melhor, mas estou preparado, ou que saberei resolver tudo só, não, até porque para administrar seja uma cidade, uma empresa e até o lar, é preciso estar cercado de pessoas do bem e capacitadas, que possuam o mesmo objetivo. Então, eu me apresento humildemente a cidade como pré-candidato, não estou impondo minha candidatura e sim me colocando à disposição da comunidade para servir. É ela que decidirá sua viabilidade ou não”, enfatizou Ronei.

“Caminhando pela cidade, conversando com várias pessoas e algumas entidades, podemos notar que a preocupação geral, tirando algumas particularidades, se concentra na saúde ineficiente, no agravo da falta de segurança, no abandono de boa parte da infraestrutura do município. Lembro que o mérito não está em ser conhecedor dos problemas, mas sim em saber resolvê-los e principalmente, ter vontade política para tal.

É preocupante também o crescimento do sentimento de desamparo e descaso. Da falta de perspectiva do futuro, sobre como vai ser o amanhã, inclusive, muitos pensam que não será melhor, mas o amanhã pode sim ser melhor, trabalhando todos em conjunto e pensando no bem da cidade”.

“O meu modo de fazer política é totalmente diferente do que é apresentado, muitos pensam que você ser livre, é não participar, mas pelo contrário, a liberdade se conquista no momento em que se participa de uma luta para o bem, eu até gosto de distinguir luta de briga, desta eu não sou simpatizante, pois briga separa, desune, vira competição, agora lutar pelo bem comum não, lutar você une, agrega, conquista, e é isso que eu desejo, somar para poder lutar por uma cidade melhor, uma comunidade mais justa, igualitária, pensando em um Brejão para todos”.

Blog do Jasiel Alves




Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE