PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Jornalista Roberto Fernandes, diagnosticado com covid-19, sofre morte cerebral

O jornalista e radialista Roberto Fernandes, de 61 anos, teve morte cerebral na tarde desta terça-feira (21), em São Luís. Ele estava internado no Hospital UDI com sintomas de covid-19 desde o dia 23 de março.
Roberto Fernandes deu entrada no hospital com sintomas de pneumonia, mas só recebeu o diagnóstico oficial do novo coronavírus no dia 2 de abril.
Após complicações em seu quadro, o jornalista ficou em estado grave e acabou tendo morte encefálica. A informação foi confirmada pelo pai. Segundo o hospital, o paciente está passando por novos exames para avaliação neurológica dele.
Roberto Fernandes era ex-presidente do Moto Club, time de futebol maranhense, e apresentava programas de TV e rádio em uma emissora da capital.
O Hospital UDI também confirmou o falecimento do jornalista, confira a nota:
O UDI Hospital informa o falecimento do Sr. Roberto Fernandes da Silva, ocorrido hoje às 19h10, e se solidariza com a família neste momento de grande pesar.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE