PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

SES confirma que 1439 pessoas estão curadas da Covid-19 no Maranhão

Quase 70% dos casos da Covid-19 no Maranhão atinge pacientes entre ...

Informações da Secretaria de Estado da Saúde dão conta de que 130 municípios tem casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus.


O Maranhão tem 1439 pessoas que conseguiram se recuperar da infecção causada pelo novo coronavírus. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) na noite desta quarta-feira (6). O boletim da secretaria diz ainda que o Maranhão chegou aos 305 mortos e 5389 infectados.

Quanto aos profissionais de saúde, foram 606 infectados e 531 estão curados, mas 11 morreram.

O relatório apresentado mostra que das 3645 pessoas em tratamento, 2859 estão em isolamento domiciliar, 532 estão em enfermarias de hospitais públicos e privados, e 254 estão com necessidades maiores e, por isso, estão em leitos de UTI.

São 130 municípios afetados diretamente com casos confirmados. O estado tem ainda 8077 pessoas suspeitas de estarem com o novo coronavírus, 6064 foram descartadas, e a SES diz que 11584 testes laboratoriais para diagnóstico da doença já foram realizados no Maranhão.

A Grande São Luís, composta pela capital e mais São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, teve seu segundo dia de lockdown (bloqueio total) nesta quarta-feira (6). Para tentar diminuir o contágio, o governo decretou o lockdown por dez dias na Ilha por determinação da justiça.

Um dos casos de pacientes curados no Maranhão foi da Aldene da Silva Nascimento, que ficou internada no Hospital Macroregional de Imperatriz. Quando voltou pra casa, Aldene foi recebida com festa e até foguetório pela família e amigos.

Outro caso de uma pessoa curada no Maranhão foi do vereador de Imperatriz, Manoel Conceição de Almeida, o Bebé Taxista (PEN). Ele chegou a ficar seis dias na UTI do Hospital Santa Mônica e se recuperou. Depois que saiu do hospital, o vereador pediu orações para o filho, que também está doente e em tratamento na UTI.

G1/MA

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE