PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Uma mulher é morta a cada cinco dias no Maranhão

Até o final do mês de outubro já haviam sido cometidos 52 feminicídios no estado. Sendo 9 na região metropolitana da capital maranhense.

Já são 53 o número de feminicídios registrados no estado do Maranhão somente neste ano. O que chama a atenção é a que a média dessa tipologia de crime vem crescendo no estado, pois a cada seis dias, uma mulher é vítima de feminicídio no Maranhão.

De janeiro ao dia 1º de novembro, foram 53 casos registrados em 306 dias, uma média de 5,7 mulheres mortas por ex-companheiros ou maridos. A mais recente barbaridade foi cometida contra Ducinalva Mendonça Andrade, de 41 anos, que foi assassinada com requintes de crueldade, no bairro Vinagre, no município de Viana, no último dia 1º, domingo passado.

De acordo com informações da polícia, Ducinalva e o marido, conhecido “Barico”, estavam em festa quando começaram uma discussão. O suspeito desferiu um golpe com o gargalo de uma garrafa na região do pescoço da vítima, que não resistiu ao ferimento e morreu no local. Após o crime, o assassino fugiu do local.

Crime em Ribamar

No dia 26 de outubro, na cidade de São José de Ribamar, localizada na região metropolitana de São Luís, Alessandro Martins Silva, 39 anos, matou a ex-mulher porque não aceitava o fim do relacionamento de 20 anos.


Cleudilene Damasceno Martins e Alessandro tinham dois filhos e estavam separados há dois meses. A vítima de 38 anos, morava no Jardim Tropical (São José de Ribamar). Após o crime, Alessandro fugiu e em seguida tirou a própria vida, na cidade de Codó.

Números dos últimos anos

Até o final do mês de outubro já haviam sido cometidos 52 feminicídios no estado. sendo 9 na região metropolitana da capital maranhense. Esse número corresponde ao total de crimes contra a mulher registrados em todo o ano de 2019, de acordo com o Departamento de Feminicídio da Polícia Civil. Em 2018 foram 46 casos, e em 2017, 51 casos.

Comparativos por ano

2017 – 51 casos – média: 7,15 dias/por feminicídio;

2018 – 46 casos – média: 7,93 dias/por feminicído;

2019 – 52 casos – média: 7 dias/por feminicídio;

2020 – 53 casos – média: 5,7 dias/por feminicídio.

O Imparcial

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE