PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Maranhão é o terceiro estado com maior número de famílias que dependem do auxílio emergencial, aponta pesquisa

Segundo os especialistas, além de garantir o sustento dessas famílias, o auxílio emergencial é muito importante para fazer a economia girar.

De acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Maranhão é o terceiro estado com maior número de famílias que dependem do auxílio emergencial. O benefício foi criado em abril deste ano, pelo Governo Federal, para reduzir a crise econômica gerada pela pandemia de Covid-19.

Segundo o economista Marcelo Melo, além de garantir o sustento das famílias, o auxílio é muito importante para a manutenção de todo sistema econômico.

“Em tempo depressão de econômica que é uma forte queda na atividade econômica de um país, você tem a possibilidade de transferir renda dos governos para as famílias. Não apenas para manter às famílias, mas para manter o sistema econômico como um todo. Porque quando às famílias mantém sua renda elas vão ter a possibilidade de comprar, e essa compra vai manter as atividades econômicas das empresas ainda em funcionamento’, disse.

A pesquisa do IPEA apontou que em outubro, a proporção de domicílios dependentes exclusivamente beneficio foi significativamente maior na Região Nordeste.

“O auxílio acaba tendo uma importância muito grande no Maranhão justamente pela natureza das ocupações e dos empregos formais que existem no estado. Muitas pessoas perderam seus empregos durante a pandemia” finalizou o economista.

G1/MA

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE