PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Sérgio Vieira pode assumir o mandato de deputado estadual por Açailândia a partir de janeiro de 2021


No último dia 15 de novembro, três deputados estaduais tornaram-se prefeitos no Maranhão e devem deixar o parlamento em 31 de dezembro deste ano. Dentre eles estão: Rigo Teles (Barra do Corda), Fernando Pessoa (Tuntum) e Felipe dos Pneus (Santa Inês).

Fernando Pessoa foi eleito deputado pelo Partido Solidariedade (SD) nas eleições de 2018 e agora eleito na cidade de Tuntum, portanto, abre mais uma vaga na coligação que fez Sérgio Vieira Suplente.

Outro, este suplente, Toca Serra, da mesma coligação de Sérgio Vieira em 2018 também foi eleito, este na cidade de Pedro do Rosário, o que aumenta ainda mais as chances de Açailândia ter mais um deputado estadual.

Como Fábio Braga 1º suplente já assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado, a única barreira para que Sérgio Vieira assuma o mandato pelos próximos dois anos é o suplente Jota Pinto, hoje no PDT, que concorreu as eleições municipais de São José de Ribamar, mas perdeu e deverá agora pleitear sua vaga de deputado conquistada em 2018 quando virou suplente.

A Legislação Eleitoral sempre deixa claro que o mandato é do partido, e, como Jota Pinto trocou o SD pelo PDT, o presidente regional do Solidariedade, Simplício Araújo poderá buscar na Justiça essa vaga para Sérgio Vieira, mas essa é uma outra história – vale lembrar que Simplício e Sérgio, depois das rugas criadas nas eleições de 2018, não tomam mais café na mesma mesa.

Por outro lado Sérgio Viera também trocou de partido, saiu do SD e foi para o PCdoB de Flávio Dino.

Outro que tem força de decisão de quem ocupa esta vaga é o governador Flávio Dino – resta saber sua preferência: Sérgio Vieira ou Jota Pinto?

MATÉRIA ALTERADA ÀS 10:30HS - Sérgio Viera também trocou de partido, saiu do SD e foi para o PCdoB de Flávio Dino.

Blog do Wilton Lima

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE