PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Preso homem que se passava por médico e ocasionou a morte de empresária em 2013


O homem, encontrado no Rio de Janeiro, já havia sido condenado com sentença de 11 anos de prisão e se encontrava em posição de foragido da Justiça.

Na última sexta-feira (12), um homem foi preso no Rio de Janeiro por provocar a morte de uma mulher oito anos atrás em São Luís, Maranhão. O indivíduo teria se passado por médico, mesmo sem formação, e realizado um procedimento estético na empresária de 29 anos.

O crime teria ocorrido no ano de 2013 e a vítima não pôde resistir à uma parada cardíaca, ocasionada pela cirurgia de prótese de silicone industrial realizada pelo falso médico em uma clínica clandestina localizada na capital do Maranhão.

O homem já havia sido condenado pelo crime, com sentença de 11 anos de prisão, e se encontrava em posição de foragido da Justiça. Durante os últimos anos, o indivíduo estaria escondido na cidade do Rio de Janeiro e era gerente de uma pizzaria em bairro nobre da cidade.

A prisão foi realizada por meio das ações de monitoramento da equipe policial da Delegacia de Polícia Interestadual – Divisão de Capturas (DCPolinter). O acusado foi direcionado à Secretaria de Administração Penitenciária para cumprir a pena, respondendo também pelo crime de formação de quadrilha.

O Imparcial

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE