PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Quatro PMs são acusados de assassinato de comerciante em Bacabal


“Me dirijo diretamente a família do comerciante e a todos os policiais envolvidos nessa ocorrência, a verdade prevalecerá!” Afirmou Jefferson Portela.

Quatro policiais são acusados de assassinar o comerciante Marcos Santos, após serem flagrados colocando-o a força dentro de um veículo por uma câmera de segurança na segunda-feira (1), data em que ele foi dado como desaparecido.

O corpo do comerciante foi encontrado na terça-feira (2) por familiares de Marcos no povoado Fazenda Cancelar, em São Luís Gonzaga do Maranhão, com sinais de tortura e marcas de tiro.

As investigações apontaram que os quatro homens que colocaram o comerciante no veículo eram policiais do 15º BPM que estavam à paisana. São: um tenente, um sargento e dois cabos.

Após a prisão, eles alegaram que houve troca de tiros e que a vítima, que era investigada pelo roubo de carneiros, havia escapado. A troca de tiros teria acontecido, segundo os PMs, após eles chegarem a uma fazenda onde iriam investigar a receptação dos carneiros. Testemunhas negaram ouvir tiroteio no local.

O secretário de segurança do estado, Jefferson Portela, gravou um vídeo se pronunciando sobre o caso.

“Todos os órgãos juntos devem reprimir práticas criminosas. O combate ao crime deve ser de forma legal e legítima. Não se combate o crime com o uso desregrado da força. A nossa ação deve fazer recuar aqueles que desejam cometer crimes. Eu me dirijo diretamente a família do Marcos e a todos os policiais envolvidos nessa ocorrência, a verdade prevalecerá!” Afirmou Portela.

Jefferson Portela, Secretário de segurança pública do estado.

Assista ao vídeo completo aqui.

O Imparcial

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE