PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

AÇAILÂNDIA: Mais de 1,8 mil atendimentos são realizados no primeiro mês de funcionamento da Policlínica


Em um mês de funcionamento da Policlínica Açailândia, o Governo do Estado realizou 1.877 atendimentos. Entregue no dia 4 de fevereiro, a unidade, que integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem cumprido o objetivo de reforçar a assistência em saúde na Região Tocantina, ampliando a oferta e descentralizando as consultas e os exames especializados.

Foram realizados atendimentos em urologia, ginecologia, clínica geral, mastologia, otorrinolaringologia, oftalmologia, pediatria, dermatologia, fonoaudiologia, serviço social, psicologia, nutrição e consultas na área de enfermagem. Pertencente à rede estadual de saúde, a Policlínica de Açailândia é administrada pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

“Os pacientes que procuram a Policlínica passam por uma triagem nas especialidades que disponibilizamos no momento, entre as mais procuradas ao longo deste mês estão a otorrinolaringologia, oftalmologia e urologia”, afirmou o diretor da Policlínica Açailândia, José Neto.
Atualmente, oito municípios integram o público da regional de saúde de Açailândia. “A demanda está bastante grande; nós só temos a noção da demanda a partir do momento que passamos a ofertar o serviço. Porque o paciente procura o serviço quando tem oferta. Temos a perspectiva, com a expansão dos serviços e a dedicação dos nossos profissionais de saúde, desse número dobrar ou triplicar nos próximos meses. Estamos à disposição para atender a sociedade maranhense da melhor forma possível”, pontuou José Neto.

Investimentos

O Governo do Estado tem feito importantes investimentos para o fortalecimento da rede estadual de saúde na Região Tocantina, tanto para o enfrentamento à Covid-19 como para a assistência em outras especialidades. Entre os investimentos já realizados na região, estão a entrega de novos leitos de UTI no Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto e, recentemente, a entrega do Hospital Referência Covid-19.

Folha de Cuxá

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE