PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PF investiga desvio de recursos públicos na Secretária de Saúde de Imperatriz


A polícia identificou indícios de fraude em processo de dispensa de licitação que culminou com a contratação de empresa de fachada, integrada por sócios “laranjas”.

Na manhã desta quarta-feira (3), a Polícia Federal cumpre sete mandados de busca e apreensão em Imperatriz, interior do Maranhão.

Os mandados fazem parte da operação intitulada “Recôndito”, que apura fraudes em procedimentos licitatórios e sobre preço em contratos públicos que foram formados pela Secretária Municipal de Saúde, utilizando recursos públicos federais que foram destinados ao enfrentamento do novo coronavírus.

De acordo com as investigações, a polícia identificou indícios de fraude em processo de dispensa de licitação que culminou com a contratação de empresa de fachada, integrada por sócios “laranjas”.

Os sócios foram beneficiados em contrato que tinha por objeto o fornecimento de refeições para atender demanda do Centro Municipal de Tratamento da Covid-19.

O Imparcial

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE