PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

A AVB AÇO VERDE DO BRASIL DOA 400 MIL METROS CÚBICOS DE OXIGÊNIO PARA AJUDAR O MARANHÃO NO COMBATE A COVID-19


A primeira remessa de 20 mil metros cúbicos já foi disponibilizada ao governo do Estado e a partir da 2ª semana de abril o volume semanal será aumentado para 30 mil metros cúbicos, garantidos até o final de junho deste ano, quando chegará a totalidade de 400 metros cúbicos.

A AVB — Aço verde do Brasil está localizada na cidade de Açailândia e se destaca como a empresa que produz o primeiro Aço Verde do mundo, carbono neutro.

Motivo de muito orgulho para o Estado do Maranhão, o Aço Verde produzido na cidade de Açailândia é fruto de um trabalho árduo e a dedicação empreendedora da AVB, aliada a força de trabalho do povo maranhense.

Com o empenho e missão de ajudar a salvar vidas e o compromisso de apoiar o povo maranhense no combate ao CORONAVÍRUS, mal que assola toda a humanidade foi que a AVB resolveu doar 400 mil metros cúbicos de oxigênio para atendimento à população maranhense nos municípios de todo o Estado.

Esta é a maior doação de oxigênio feita por uma empresa privada, e, sem sombra de dúvidas, um momento de extrema importância na contribuição para ajudar salvar vidas de milhares de maranhenses hospitalizados por conta da pandemia da Covid-19.

O oxigênio é a matéria-prima essencial no processo produtivo de aço da AVB, e neste momento, além da empresa suspender as vendas do que está sendo produzido, aumentará os ajustes e restrições ao consumo interno.

A empesa oxigênio nordeste será responsável pela logística de transporte do oxigênio até a capital do Estado, para abastecer todas as unidades de saúde da rede pública.

“Estamos diante de uma situação dramática, vivida em hospitais do Estado – vendo a carência da rede pública e sabedores do nosso compromisso social, somos conscientes e temos como filosofia a sustentabilidade e a garantia da vida”, disse Ricardo Nascimento.

“A AVB através de seus colaboradores e sua diretoria estão firmes no enfrentamento a essa dura realidade que estamos atravessando”, disse ele.

“Neste momento tão delicado que estamos vivendo, nosso objetivo é ajudar a salvar vidas”, finalizou.

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE