PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

FILHO DO DEPUTADO PASTOR CAVALCANTE ASSUME QUE RECEBE ''AUXILIO EMERGENCIAL''


Depois de denuncias nas redes sociais locais, de que o herdeiro do Pastor e Deputado Cavalcante estaria recebendo parcelas do auxílio emergencial.

Denuncia 

Uma situação constrangedora tem ocorrido envolvendo um dos filhos do Pastor e Deputado Cavalcante. Se trata de Jerfson Cavalcante, que tem supostamente seus dados registrados na base do Programa do Governo Federal, auxílio emergencial, destinado para pessoas de baixa renda tentar sobreviver durante a Pandemia.

Jerfson que claramente não se enquadra no perfil de pessoas que deveriam ser beneficiadas pelo Auxílio Emergencial, pois possui carro, estuda direito, iPhone e costuma passar o tempo livre em meio a muito gado, aparece supostamente como beneficiado por todas as parcelas do programa e segue com seus dados inscritos para a nova rodada de pagamentos.

Vale ressaltar que o auxílio foi criado pelo Governo Federal para ajudar trabalhadores informais (como vendedores de latinhas etc), autônomos e desempregados. E milhares não conseguiram ter acesso ao recurso.

Nota de Jeferson Cavalcante

Filho do Deputado Pastor Cavalcante admite que está cadastrado no auxílio emergencial do Governo, mas garante que não precisa.

O jovem Jerfson Cavalcante tema de publicação mais cedo por está cadastrado desde o lançamento do Auxílio Emergencial do Governo Federal e recebendo as parcelas que deveriam ser para pessoas de total baixa renda tentar sobreviver durante a Pandemia, admite que se trata dele o beneficiado.

Mas vejam bem, ele garante que não precisa receber qualquer auxílio. E que fez foi um favor. Na verdade quem recebe o dinheiro é um amigo dele que não podia usar seus próprios dados. E daí de forma generosa, Jerfson Cavalcante cedeu seus dados como CPF e outros.

Ocorre que, no mínimo, conforme pessoas que trabalham em órgãos ligados a Caixa Econômica Federal, consultados pelo Blog Maicon Sousa, pode ter cometido crime de falsidade ideológica, que consiste em um tipo de fraude para criação ou adulteração de documento, público ou particular, com o objetivo de obter vantagem - para si ou para outra pessoa - ou mesmo para prejudicar terceiro.

Deputado Cavalcante, através de assessoria, informou que não comentaria o assunto.

Os: a quem ficou chateado com o Blog afirmando ser especulação, segue os fatos, como sempre, checados.

@acailandiamaonline

 Deixe sua contribuição ao portal Carlos Cristiano Noticias! Nosso PIX:


Comentários

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE