DE OLHO NO SENADO, GOVERNADOR FLÁVIO DINO SAI DO PC DO B E FILIA-SE AO PSB


Anúncio foi feito nesta sexta-feira (18), um dia após sua desfiliação do PCdoB, partido onde ficou por 15 anos. Cerimônia de filiação acontece na próxima semana.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou na manhã desta sexta-feira (18), por meio de uma rede social, que encaminhou o pedido de filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Segundo Dino, a filiação será realizada na terça-feira (11), junto com o deputado federal Marcelo Freixo (RJ).

"Hoje encaminharei meu pedido de filiação ao PSB, por intermédio do presidente @csiqueirapsb. Já comuniquei aos colegas governadores @PauloCamara40 e @Casagrande_ES. Filiação será na terça, 11h, junto com o amigo e líder @MarceloFreixo", disse.

O anúncio foi feito um dia após ele pedir a desfiliação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), partido no qual passou 15 anos da sua vida política. Com a ida para o partido, Flávio Dino se junta aos outros dois governadores do país que são do PSB. São eles Paulo Câmara, de Pernambuco, e Renato Casagrande, do Espírito Santo.

Flávio Dino declarou que saiu do partido devido a diferenças de 'estratégia e tática políticas' e por 'visões diferentes' entre ele e o partido. Em comunicado, ele agradeceu aos anos de 'militância' e diz ter gratidão fraterna pela convivência.
Na última terça-feira (15), o governador já havia sinalizado, durante entrevista a um jornal, que considerava "uma possibilidade" sair do PCdoB para o Partido Socialista Brasileiro (PSB). Na ocasião ele declarou que havia defendido no PCdoB que fosse feita uma união na modalidade da chamada federação partidária e ele acreditava que essa união era possível de ser feita com o PSB.

As conversas entre Flávio Dino e o Partido Socialista se iniciaram ainda no ano passado. Desde do início de maio, que Dino vinha conversando com aliados para levá-los para a legenda.

Futuro político
O governador do Maranhão é cotado para disputar o Senado nas Eleições 2022, no entanto, ainda é especulada a possibilidade de ele compor, como vice, na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que disputará a Presidência da República em 2022.

De 1987 a 1994 Flávio Dino foi filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Já em 2006 ele se filiou ao PCdoB e em 2014 foi eleito governador do Maranhão, sendo o primeiro filiado do PCdoB a governar um Estado.

Sobre
Flávio Dino de Castro e Costa nasceu em São Luís em 30 de abril de 1968, filho de Rita Maria e Sálvio Dino. Cursou o ensino médio no Colégio Marista, onde deu início à vida política como líder estudantil. Formou-se bacharel em Direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), onde exerceu o cargo de coordenador do Diretório Central dos Estudantes (DCE).

Exerceu o cargo de juiz federal por 15 anos, tendo abandonado a carreira em 2006 para ingressar na vida política, se filiando ao PCdoB. Foi presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), cargo que ocupou até março deste ano, devido à sua pré-candidatura ao governo do Maranhão.

G1/MA

Deixe sua contribuição ao portal Carlos Cristiano Noticias! Nosso PIX:

Comentários