PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

GOVERNO DO ESTADO DECRETA DESAPROPRIAÇÃO DA LOGOA DO JOAQUIM, EM AÇAILÂNDIA PARA CONSTRUÇÃO DE PARQUE AMBIENTAL

O governo do estado expediu o decreto de 36.748 de 21 de maio de 2021, que desapropria a área no entorno da Lagoa do Joaquim, localizada as margens da BR-222, em Açailândia.

A desapropriação é para a construção de um parque ambiental no municipio, o que deve ter inicio nos próximos meses. 

A Lagoa do Joaquim, fica localizada as margens da BR-222 na cidade de Açailândia, local onde deverá ser revitalizada e transformada em um parque ambiental, sendo um dos mais modernos do estado e do nordeste.

O parque deve atrair turistas de todo o estado estado, principalmente de cidades da região. 

De acrcodo com o secretário de Infraestrutura Clayton Noleto, a obra deve custar mais de R$5 milhões de reais, que o processo licitatório para inicio das obras já estão em andamento. 

PREFEITO ALUISIO SOUSA E GOVERNO DO ESTADO ESTUDAM TRANSFORMAR "LAGOA DO JOAQUIM" EM UMA ÁREA DE CONVENIÊNCIA

EQUIPE TÉCNICA DO GOVERNO DO ESTADO VISTORIAM ''LAGOA DO JOAQUIM'' PARA CONSTRUÇÃO DO PARQUE AMBIENTAL EM AÇAILÂNDIA

O estudo para revitalização e urbanização da lagoa do Joaquim já vinha sendo feito desde agosto do ano passado, onde o prefeito Aluisio e o Gobverno do Estado já discutiam como transformar o local em um ponto turistico. 

O prefeito Aluisio se sente feliz pela parceria entre o governo do estado e a prefeitura de Açailândia, onde uma grande obra como esta fruto desta parceria irá beneficiar Açailândia e sua população.

Portal Carlos Cristiano


Comentários

  1. Fazer e-mail de arrumar dinheiro porque caça dinheiro de todo lado não acha aí vou inventar esse essa essa área de lazer aí esse parque É perigoso não sair nem do papel

    ResponderExcluir
  2. Esta area é do Roberto Logrado, ele adquiriu junto ao Joaquim da Lagoa em 2012 pagando aproximadamente 6.000.000,00 reais..., o Roberto Logrado teoricamente terá que ser indenizado. Julisar

    ResponderExcluir

Postar um comentário

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE