PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ESPECIAL - PRINCIPAIS SINTOMAS E CAUSAS DE INFARTO


Também chamado de infarto agudo do miocárdio, o infarto é um ataque cardíaco em que o coração tem seu fluxo sanguíneo bloqueado de alguma forma (por uma placa de gordura ou um coágulo, por exemplo), fazendo com que ele não funcione por um determinado período de tempo, o que pode ocasionar em morte de parte do tecido do coração ou um dano irreversível a ele.

Geralmente o infarto é o resultado de uma série de processos que culmina em uma situação extrema, que é esse dano ao tecido do coração que pode comprometer para sempre a capacidade cardíaca de um indivíduo.

Eles podem acontecer em qualquer lugar, mesmo com a pessoa sentada em repouso e, nem sempre, os sinais são os mesmos para todo mundo. Por isso, ao menor sinal de infarto é preciso consultar um médico para checar os sintomas.

Existem diferentes tipos de infarto, sendo que o infarto fulminante é um dos principais, com potencial fatal.

Quais são os sinais do infarto?
O infarto dá alguns sinais que podem ser essenciais na hora de ajudar o paciente, encaminhando ele ao hospital mais próximo para que ele seja tratado o mais rapidamente possível ou iniciando a massagem cardíaca, caso ele apresente uma perda de consciência. É preciso avaliar os sinais sempre, para que um diagnóstico preciso seja feito.

Entre eles, podemos destacar:

-Dor no peito que pode ser leve ou aguda;
-Dor que irradia do peito para outros lugares do corpo, como o braço (geralmente o esquerdo), o pescoço e a mandíbula, por exemplo;
-Sensação de compressão no peito por mais de 30 minutos;
-Sensação de queimação no peito que pode ser similar à da azia, por exemplo;
-Desmaio e tontura
-Vômitos;
-Suor frio;
-Ansiedade e agitação ou sonolência;
-Falta de ar;
-Palpitações.
Além desses sintomas, pacientes mulheres podem descrever uma dor no peito similar a agulhadas ou pequenas facadas, além de falta de ar sem nenhum outro sintoma.

Por ano, a Rede D’Or São Luiz realiza mais de 3,4 milhões de atendimentos médicos de urgência e emergência. A Rede D’Or São Luiz está presente nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia.

No mundo mais de 17 milhões de pessoas morrem por ano vítimas de doenças cardiovasculares. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS), que relata ainda que esses problemas representem a maior causa de mortes no Brasil, com cerca de 360 mil casos anuais.

Até as 23:04hs de ontem 06/07, 206.735 pessoas morreram de problemas cardivasculares este ano no Brasil, este mês já foram 6.592 e somente ontem 1.063 pessoas morreram até este horário, de acordo com o site www.cardiometro.com.br, que faz esse acompanhamento em tempo real.

As mulheres têm mais chance de desenvolver doenças cardiovasculares: as mulheres costumam sofrer mais risco de terem problemas cardíacos na maturidade, a partir dos 40 anos, mas principalmente após os 50, quando chegam à menopausa.

A partir desse período, diminui a produção do estrogênio, um protetor da saúde feminina. Fabricados pelo próprio corpo da mulher, produzido pelos ovários, são grandes aliados do coração, porque estimulam a dilatação dos vasos, facilitando o fluxo sanguíneo. Após a menopausa, a proteção hormonal oferecida pelo estrogênio começa a cessar, aumentando as chances de doenças cardiovasculares.

Fontes: 

Deixe sua contribuição ao portal Carlos Cristiano Noticias! Nosso PIX:

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE