PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

AÇAILÂNDIA: SERVIDORES DA EDUCAÇÃO RECEBEM ACOLHIMENTO EM CAMPANHA DO SETEMBRO AMARELO


No mês de conscientização sobre saúde mental, a Secretaria Municipal de Educação preparou um café da manhã animado e acolhedor alusivo à campanha Setembro Amarelo para os servidores da pasta.

A atividade ocorreu na sede da Secretaria Municipal de Educação e abordou temas relacionados ao luto, perdas, adaptações e medos, dentre outros assuntos ligados ao contexto pandêmico atual. No acolhimento os servidores receberam uma mensagem reflexiva, com informações dos locais de ajuda, e o “laço amarelo” que é o símbolo da campanha.

A secretaria de Educação, Karla Janys, também participou da ação, que considerou como uma iniciativa louvável e de extrema importância nos dias atuais. Já que setembro é o mês mundial de luta pela prevenção ao suicídio e o número de adolescentes que tiram a própria vida está aumentando e silenciar esse drama pode ser fatal. Por mais que gestores, professores e demais funcionários também sejam impactados emocionalmente pela ocorrência de um suicídio e não saibam ao certo como agir, é comum que alunos e seus familiares recorram à escola para buscar ajuda e indicações sobre quais caminhos seguir.

Por isso, é importante que a escola tenha informações confiáveis sobre como agir em casos de suicídio e tenha planejado ações de posvenção, o termo utilizado para designar atividades, suporte e intervenções para todos aqueles abalados por um suicídio, é todo cuidado prestado aos sobreviventes enlutados por um suicídio. Tais ações são reconhecidas mundialmente como importantes aliadas nos cuidados com a saúde mental.

A campanha de conscientização, nomeada “Setembro Amarelo”, almeja ampliar o debate sobre a saúde mental, eliminando tabus sobre o assunto, além de prevenir casos de autodestruição. De acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria e com o Conselho Federal de Medicina, são registrados, em média, 13 mil suicídios por ano no Brasil e mais de 1 milhão no mundo.  Ainda  conforme a  Associação e o Conselho, cerca de 96,8% dos casos de suicídios são motivados por históricos e traços de doenças mentais, e a juventude representa parte considerável dessa estatística.

ASCOM/PMA

Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE