PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

AÇAILÂNDIA: VALE GEROU 743 EMPREGOS E R$ 3,9 MILHÕES EM IMPOSTOS RECOLHIDOS PELO MUNICÍPIO

A Vale encerrou o primeiro semestre deste ano mantendo 743 empregos diretos em Açailândia, município vizinho à Estrada de Ferro Carajás, no Maranhão. A operação da mineradora também representou ao município um total de R$ 3,9 milhões recolhidos aos cofres públicos na forma de Imposto Sobre Serviço (ISS).

Em compras, foram investidos R$ 290 milhões, sendo que R$ 139 milhões representaram compras locais, aquelas realizadas junto a fornecedores com matriz ou filial instalados na cidade, beneficiando assim 66 empresas. 

As informações sobre a atuação da Vale no Maranhão foram divulgadas em um balanço publicado recentemente e estão disponíveis no site www.vale.com. No Maranhão, a Vale manteve de janeiro a julho 13 mil empregos, entre próprios e terceiros permanentes.

Durante o primeiro semestre deste ano, a mineradora continuou adotando em suas operações uma série de medidas de proteção relacionadas à Covid-19, iniciadas em 2020 com o agravamento da pandemia.

Além da influência econômica, a Vale também investiu em projetos sociais voltados à geração de renda, saúde e educação em Açailândia.

Em maio, um dos destaques foi a conclusão da reforma e ampliação de duas escolas municipais nas comunidades de Novo Oriente e Francisco Romão, beneficiando cerca de 200 jovens. O investimento aconteceu em parceria com a Prefeitura Municipal de Açailândia e o Consórcio Intermunicipal Multimodal (CIM).

As melhorias incluíram a construção de novas salas, instalação de forro, nova instalação elétrica, dispositivos de segurança, novo piso, banheiros e outras melhorias de infraestrutura. As escolas atendem jovens do ensino médio e fundamental.  

Para Andreia Andrade, gerente de sustentabilidade da Vale, o investimento atende a uma visão de longo prazo. "Esses investimentos são frutos da nossa conversa diária com essas comunidades e geram valor atual e futuro. Juntos, nós, os parceiros e a comunidade estamos achando caminhos sustentáveis para essa região", afirmou a gerente.

Royalties da mineração também beneficiam Açailândia

Outro recurso que contribui para o desenvolvimento do município, refere-se à Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM). Com a mudança na lei federal que regulamenta distribuição do imposto, os municípios influenciados pela infraestrutura logística da mineração (ferrovias, dutos e portos) também passaram a ser contemplados.

Os valores são repassados pela Vale à Agência Nacional de Mineração (ANM), que é responsável pela distribuição dos recursos aos municípios conforme cálculo previsto na nova lei. Para saber mais sobre a distribuição dos royalties, acesse o site da ANM.

Da Assessoria


Comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE