PUBLICIDADE

AÇAILÂNDIA: AVB OFICIALIZA INSTALAÇÃO DO GRUPO TAURA NO MUNICÍPIO; UM SONHO QUE SE TORNA REALIDADE


No Estado do Maranhão, cidade de Açailândia, em 19 de novembro do ano de 2021, exatamente nesta ordem, a AVB - Aço Verde do Brasil, anunciou o Grupo Taura, como a primeira indústria a investir no empreendimento "Polo Metal Mecânico Aço Verde".

A AVB, o Governo do estado e a Prefeitura de Açailândia, juntos, proporcionaram ao Grupo Taura, condições para a construção de uma fábrica de arames para o setor de agronegócios, a ser instalada em Açailândia – MA.

Sem falar que Açailândia, está situada na divisa das regiões Norte Nordeste, com o maior entroncamento rodoferroviário do estado, por tudo isso, Açailândia é uma cidade altamente propícia a indústrias do gênero, porta de entrada da região tocantina e divisa com os estados do Pará e Tocantins. 

Neste primeiro momento o investimento do Grupo Taura, será de R$ 50 milhões na concepção da fábrica em questão, empreendimento que estará dentro das instalações do Polo Metal Mecânico Aço Verde, com perspectivas de está totalmente concluída ainda em 2022, e projeções otimistas, o empreendimento deve criar cerca de 100 empregos diretos e outros tantos indiretos.

Qualificar e Requalificar

O SENAI Açailândia foi contratado para apoiar este empreendimento na formação da mão de obra técnica necessária e ainda este ano começarão as seleções dos profissionais. Formar mão de obra e treiná-la constantemente em busca da excelência na produção, eis a palavra de ordem dos principais executivos da AVB, Ricardo Nascimento e Silvia Nascimento.

Premissas

Para se ter uma ideia do que o Grupo Taura irá encontrar no estado, digo pela perspectiva econômica. Dados econômicos divulgados do IBGE dão conta de que o PIB do Maranhão, em 2020 (Janeiro a Dezembro), foi de aproximadamente R$ 100,7 bilhões, algo que representou 1,3% de toda a riqueza produzida no Brasil e 9,2% de toda riqueza produzida na região nordeste. Região tocantina com o sul do estado, juntas, abrigam quase 50% da população maranhense, falo de mais 3 milhões de habitantes.

O Maranhão vem crescendo, e essas regiões, muito mais por sua posição privilegiada para empreendimentos desta natureza.

O CEO da AVB, Ricardo Nascimento, um defensor da ideia de se valorizar a vida nas cidades pequenas do estado, a ponto de não esmorecer em fazer a engrenagem do Polo Metal Mecânico Aço Verde começar a se movimentar, é direto ao falar sobre sua visão, "os cidadãos de Açailândia, que fazem parte de uma triste estatística de desemprego, terão neste empreendimento, aproximadamente 100 oportunidades diretas, e algumas indiretas que ainda estamos mensurando, a intensão é empreender, e por que não dizer, baixar os níveis de desemprego e aumentar as oportunidades no que diz respeito a geração de emprego e renda no município, o Grupo Taura chegou para ajustar essa cadeia produtiva e, se tudo der certo, com os que irão chegar (mais empreendimentos para o Polo), diminuiremos muito este índice de desemprego.

“Também, não posso deixar de agradecer a grande parceria que o prefeito Aluísio Sousa nos proporcionou, ele, literalmente abriu as portas da cidade pelo ponto de vista dos incentivos legais/fiscais para que o grupo pudesse chegar e empreender de forma ousada", disse o CEO da AVB.

Nota

A AVB esclarece que este é o primeiro de muitos novos investimentos no Polo Metal Mecânico Aço Verde e que irá realizar todas as ações necessárias para garantir que os 10 lotes já disponibilizados e terraplanados sejam contratados nos próximos dois anos.

Esclarece também, que o Governo do Estado do Maranhão se mobilizou de forma decisiva para evitar que o Polo Aço Verde tivesse suas obras paralisadas, considerando a área estratégica para garantir o desenvolvimento para o Maranhão e perpetuidade para a AVB.

"A AVB é a maior empregadora da região Tocantina e desde 2008 vem empreendendo na construção e operação da primeira usina siderúrgica carbono neutro do mundo, tendo sido agraciada como referência mundial nas práticas ESG, pelo instituto S&P Platts", Ricardo Carvalho Nascimento.


Comentários