PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE PARK

PUBLICIDADE PARK

AÇAILÂNDIA: FAMÍLIA DE JOVEM PRESO ACUSADO DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO, DIZEM QUE ELE FOI PRESO INJUSTAMENTE

No último dia 30 de março, familiares do jovem preso acusado de tentativa de homicídio realizaram uma manifestação em frente ao Fórum de Justiça de Açailândia, alegando inocência do jovem no crime.

08 de dezembro no bairro Jardim de Alah, em Açailândia, contra o empresário Moacir. A vítima foi alvejada a tiros e ficou hospitalizada alguns dias e reconheceu 

Janderson Cerqueira Castro, de 24 anos, como um dos autores da tentativa de homicídio contra ele. 

Janderson foi preso no dia 07 de janeiro. A família alega que ele é inocente, que na hora do ocorrido ele estava em sua casa junto com a mãe. Janderson é ex-funcionário do empresário Moacir, familiares do suspeito dizem que tanto Janderson como toda a família se dão bem com a vítima e que não havia nenhum motivo para tão crime. 

A família alega também que Janderson tem a cor escura da pele, enquanto os suspeitos do crime tem a pele clara, de acordo com imagens de câmeras de segurança do local. 

De acordo com o Delegado da Polícia Civil de Açailândia, responsável pela investigação, Saniel Ricardo Trovão Brito, o suspeito foi reconhecido por duas vezes pela vítima, como sendo um dos suspeitos da tentativa de homicídio contra ele. Ele diz ainda que a vítima afirma categoricamente que ele é um dos suspeitos do crime. 

A família do suspeito, com o apoio da Justiça nos Trilhos, alegam que ele é inocente e querem sua soltura imediatamente. 

No dia da manifestação em frente ao Fórum, a Segunda Promotoria Criminal de Açailândia, solicitou a revogação da prisão preventiva contra o acusado, sobre a alegação de que Janderson é réu primário e que existem provas que o suspeito estava em local diferente na hora do crime. 

Portal CC News

Comentários

PUBLICIDADE WIZARD

PUBLICIDADE WIZARD

PUBLICIDADE SKIL

PUBLICIDADE SKIL