PUBLICIDADE

PUBLICIDADE PARK

PUBLICIDADE PARK

AÇAILÂNDIA: OPERAÇÃO DA POLICIA FEDERAL PRENDE FUNCIONÁRIO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

A Polícia Federal esteve nas ruas de 6 estados brasileiros, na manhã desta sexta-feira (22), para combater fraudes praticadas contra o auxílio emergencial efetuado pela Caixa Econômica Federal. Os mandados da “Operação Escamoteio” estão sendo cumpridos em Cuiabá, Várzea Grande, Rio de Janeiro (RJ), Niterói (RJ), Petrolina (PE), Campo Magro (PR), Açailândia (MA), Imperatriz (MA) e Caxias do Sul (RS). O prejuízo é de R$ 1.7 milhão.

Conforme as informações, a polícia está cumprindo 5 mandados de prisão, 18 de busca e apreensão e sequestro de bens e ainda 2 mandados de suspenção de exercício de função pública. As ordens foram expedidas pela 5º Vara Federal de Mato Grosso. A PF quer desarticular a organização criminosa que vem fraudando e causando fortes prejuízos aos cofres públicos. Consta que os membros do grupo são empregados e terceirizados da Caixa. Além de desarticular, foi estancado grande desfalque diário de valores que deveriam de ser pagos aos usuários do beneficio.

As fraudes eram realizadas por meio do aplicativo Caixa Tem. Para isso, os criminosos alteravam as informações dos clientes e transferiam os valores para as contas dos membros da organização. Depois, eles faziam pagamento de boletos e sinalizavam saques nos terminais dos bancos.

Investigação apontou que, até o momento, o prejuízo é de R$ 1.7 milhão. O valor é referente aos meses de janeiro e junho deste ano.

Em Açailândia um funcionário da Caixa Econômica Federal - CEF, foi preso por ser suspeito na Operação Escamoteio.

Segundo a Polícia, a investigação visa desarticular expressiva organização criminosa especializada em realizar fraudes causando fortes prejuízos aos cofres públicos, a qual tinha entre seus integrantes com participação efetiva empregados e terceirizados da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Gazeta Digital 

Comentários

PUBLICIDADE WIZARD

PUBLICIDADE WIZARD

PUBLICIDADE SKIL

PUBLICIDADE SKIL