SKILL.ED - AÇAILÂNDIA

NOVEMBRO AZUL - PREFEITURA DE AÇAILÂNDIA

AÇAILÂNDIA: CRAM MUNICIPAL REALIZA PALESTRA EM CAPACITAÇÃO NA SMPM EM IMPERATRIZ

Nesta quinta, 19/01, as profissionais do CRAM de Açailândia, Ana Raíssa Mendes (assistente social) e Fabiana Fonseca (psicóloga) participaram de uma capacitação promovida pela Secretaria Municipal de Políticas para Mulher de Imperatriz, como facilitadoras. 

A capacitação teve como público alvo os servidores que atuam nos serviços de proteção à mulher em situação de violência do município como: Abrigo, CRAM e Secretaria Municipal de Políticas para Mulher. Com o tema “Os aspectos da Lei Maria da Penha e o exercício dos serviços disponibilizados pela SMPM - Secretaria Municipal de Políticas para Mulher”. Sabe-se que a Lei Maria da Penha criou mecanismos que visam a erradicar qualquer forma de violência doméstica e familiar praticada contra a mulher, assegurando a elas facilidades e oportunidades para viver sem violência física, psicológica, sexual, moral ou patrimonial.

As explanações abordaram temas relevantes e atuais sobre o fenômeno da violência doméstica e família. E Com o avanço da violência de gênero ao longo dos tempos e a tamanha omissão do legislador, ficou evidente a necessidade da criação de novos mecanismos para combater a mais cruel violência de todas: a violência doméstica. 

“A conquista de direitos para as mulheres é muito recente, a luta por igualdade foi e ainda tem sido árdua - tendo o combate à violência doméstica e ao feminicídio um dos vieses mais significativos entre essas conquistas. Compreender o panorama das políticas públicas voltados para a proteção integral à mulher, as possibilidades e desafios dessa área de atuação, faz toda diferença para um fazer profissional qualificado”, apontou a assistente social e facilitadora, Ana Raissa Mendes. 

A psicóloga Fabiana utilizou sua fala para indicar aspectos psicológicos da violência contra mulher, indicando que apesar de ser ainda muito “invisibilizada”, a violência psicológica no âmbito da Lei Maria da Penha requer atenção especial, diante, sobretudo, de suas consequências para a mulher em situação de violência e para todos aqueles que presenciam tais atos.

ASCOM PMA

Comentários

PUBLICIDADE ATEX TELECOM

PUBLICIDADE ATEX TELECOM

CÂMARA MUNICIPAL DE AÇAILÂNDIA

WIZARD BY PERSON - AÇAILÂNDIA